Beleza

30/05/2016 08h00

Low poo: seus cabelos ainda mais lindos!

Conheça a técnica de cuidados com os cabelos que está dando o que falar

Por Nosso Bem Estar

Arquivo Nosso Bem Estar
Loo poo

A técnica do low poo visa recuperar o cabelo natural saudável, eliminando os sulfatos e os petrolatos da nossa rotina

Quem frequenta portais de moda e beleza e gosta de ler as últimas novidades sobre o mercado da estética com certeza deve ter topado por aí com as expressões low poo e no poo.

Do inglês, poo significa shampoo, e as técnicas visam à diminuição ou mesmo à total eliminação do shampoo nas rotinas de cuidados com os cabelos.

Muitas garotas têm adotado essas técnicas de cuidados com os cabelos que prometem trazer resultados de salão, devolvendo a vida, o balanço e o brilho natural dos fios. Para quem tem os cabelos cacheados e crespos, as técnicas têm se mostrado revolucionárias: elas recuperam a textura original perdida após muita química e danos térmicos causados pelos anos de progressivas e chapinhas.

No artigo de hoje vamos falar um pouco da técnica low poo, como funciona e como iniciá-la. Acompanhe!

A técnica low poo

A técnica low poo foi popularizada por Lorraine Massey, escritora do livro Curl Girl, em português “O manual da garota cacheada”, que desenvolveu o seu próprio método de cuidados com os cabelos e lançou sua linha de produtos, a Deva Curl.

À primeira vista pode parecer que a técnica do low poo tem o objetivo de diminuir a quantidade e a frequência do uso de shampoo para lavar os cabelos, mas não é bem assim que funciona.

Na verdade, a técnica busca eliminar o uso de um composto muito presente em shampoos comuns: os sulfatos. Os sulfatos são compostos muito fortes utilizados pela indústria de higiene pessoal, pois realizam uma limpeza profunda dos fios e do couro cabeludo. No entanto, junto com a sujeira, acabam retirando também a oleosidade natural dos fios, causando ressecamento, perda de brilho e da maciez.

Para compensar esses danos, a indústria passou a inserir em suas formulações os silicones e os petrolatos, derivados do petróleo que possuem inúmeros benefícios, como amaciar e condicionar os fios. Os petrolatos são moléculas muito inteligentes, pois se unem às partes danificadas dos fios, deixando-os maravilhosos após a lavagem.

No entanto, esses elementos não são solúveis em água e não saem com shampoos que contêm sulfatos mais fracos, mas apenas com sulfatos fortes, acumulando nos fios até formar uma capa que não permite que eles absorvam mais nenhuma substância nutritiva.

Isso significa que o desenvolvimento dos produtos que usamos nos cabelos acabou trazendo um círculo vicioso para os nossos fios: usamos produtos com silicones e petrolatos para dar brilho e maciez, mas esses elementos não saem com água e com shampoos fracos, o que significa que temos que usar shampoos cada vez mais fortes. Eles, por sua vez, contêm sulfatos fortes, que deixam os cabelos mais ressecados e sem brilho, o que faz com que usemos mais máscaras e produtos com silicones e petrolatos. E assim por diante.

Esse uso constante de silicones, petrolatos e sulfatos fortes faz com que o nosso cabelo vá perdendo o brilho, a hidratação e a maciez natural, além de aumentar o frizz e deixar os cachos sem forma.

Por isso, a técnica do low poo visa a recuperar o cabelo natural saudável, eliminando os sulfatos e os petrolatos da nossa rotina.

Como começar a técnica?

O primeiro passo é estudar com atenção o rótulo dos produtos capilares que você tem em casa: shampoos, condicionadores, máscaras de tratamentos, leave ins, cremes para pentear. Os componentes proibidos na técnica são os seguintes:

Sulfatos Proibidos

Sodium Laureth sulfate, Sodium Myreth Sulfate, Sodium Lauryl Sulfate, Ammonium Lauryl Sulfate, Ammonium Laureth Sulfate, Sodium Trideceth Sulfate, Sodium C14-16 Olefin Sulfonate, Sodium Myreth Sulfate, Sodium Alkylbenzene Sulfonate, Sodium coco-sulfate, Ethyl PEG-15 cocamine sulfate, Dioctyl Sodium Sulfosuccinate.

Derivados do petróleo proibidos

Petrolatum, Mineral Oil, Paraffinum Liquidum, Isoparafin, Vaselin, Dodeceno, Isododeceno, Alkane.

Caso você não tenha nenhum produto liberado, terá que comprar. Muitos grupos de apoio para a técnica indicam marcas de todos os valores para quem está começando.

Após adquirir os produtos, chegou a hora de lavar os seus cabelos muito bem com um shampoo com sulfato forte e sem petrolatos pela última vez. A ideia é retirar todos os derivados de petróleo proibidos que estão acumulados nos fios. Feito? Agora é só doar seus produtos antigos, e começar a cuidar dos fios normalmente com os produtos liberados.

Você já é adepta da técnica? Quais são os principais benefícios que tem sentido?

X