Bem-estar

24/10/2013 08h22

Dicas para uma casa saudável

Deixe o ar circular, recicle e coloque mais energia em seu ambiente doméstico

Por Nosso Bem Estar

DIEGO CERVO/ISTOCKPHOTO/NBE
Dicas para uma casa saudavel

Seu lar é uma extensão de sua personalidade

Você quer dar uma bela mexida na sua casa (e na sua vida)? É uma boa. Lembre-se que o seu lar é uma extensão de sua personalidade e, além disso, um local para você ficar tranquilo, seguro, aconchegado. Importante que ela seja saudável, concorda?

Casa-vitrine, cheia de objetos bonitos, não é sinônimo de “casa saudável”. A expressão é empregada na geobiologia, que estuda o impacto dos ambientes no homem. “Estudos comprovam que as cores das paredes, a altura do teto, a iluminação e os produtos químicos usados na limpeza são determinantes para a saúde”, diz Allan Lopes, fundador do Instituto Brasileiro de Geobiologia. “Mas nunca pensamos que estamos cansados porque o teto do escritório é baixo e a luz é clara.”

Usar todos os espaços também é uma das 12 regras em “A Casa Terapêutica” (Ed. Ground), livro que ensina a aumentar a saúde do lar. Outra regra é não abusar da monotonia branca nas paredes. Veja a seguir duas dicas para sua casa fi car mais bonita e saudável.

Deixe o ar entrar e rolar

A falta de ventilação ajuda a juntar umidade e facilita a proliferação de fungos e ácaros. Ar fresco ajuda até a prevenir gripes e resfriados, de acordo com o infectologista Stefan Cunha Ujvari. Quem usa ar-condicionado deve ficar de olho se a manutenção está em dia. Mesmo se estiver em dia, prefira a ventilação natural.

Uma boa circulação de ar é uma das primeiras condições para se ter uma casa saudável. O ideal é que os ambientes tenham grandes entradas de ar em lados alternados, para que haja circulação. Quando possível, deixe portas e janelas abertas. Armários e closets devem ter vãos livres para que o ar circule. Se ainda assim a umidade for insistente, uma boa ideia é colocar no armário e nas gavetas bolinhas de cedro ou pedaços de giz de lousa.

Muita tinta, pouca química

Casa toda branca (ou bege) é um tédio. “Fica sem personalidade”, diz o arquiteto Guto Requena. Para ele, não há cor que não possa ir à parede. “Azul, preto, rosa”, enumera. “O maior erro é o medo.” Cores frias (azul e verde, por exemplo) dão a impressão de que o ambiente é maior e ajudam a relaxar. Cores quentes dão mais energia, mas podem não ser uma boa ideia em locais com temperaturas mais altas. E não precisa fazer uma revolução: pintar uma única parede com uma cor diferente já muda completamente o ambiente.

É importante escolher uma tinta pouco tóxica e com menos cheiro, o que ajuda a evitar alergias respiratórias. Prefi ra as que usam solventes à base de água. Solventes químicos, como o tíner, evaporam e pioram a qualidade do ar mesmo depois que a tinta já está seca. As tintas acrílicas
são menos tóxicas do que as tintas tipo esmalte e látex.

Saúde também para o planeta

Viver de uma maneira mais ecologicamente correta em casa é fundamental, há inúmeros livros sobre “como fazer do lugar que você mora um lar mais verde”. São manuais de conduta que ensinam truques para economizar água, energia elétrica, gás, etc. É preciso reciclar, transformar nossa residência para preservar o planeta. Esforços mínimos dão resultados.

Decorar a casa com peças feitas com materiais reciclados é boa pedida. Há móveis lindos, criativos, feitos com sobras de materiais diversos. Criativos e muito ecológicos, já que nenhuma árvore foi derrubada no processo. Olhar para a própria casa e enxergar novas possibilidades para a mobília
que você já tem é outra atitude muito verde. Muitas vezes reformar um objeto sai mais barato do que comprar um novo e você vai poder usar sua criatividade, colocando-o mais com o seu jeito. 

Assim, não hesite em trocar o pano do seu sofá, mandar consertar um pé de mesa quebrado e pintar novamente o armário da cozinha, que ainda cumpre sua missão básica de guardar a louça
da casa. O mesmo vale para novas compras. Feirinhas de usados e lojas de móveis antigos estão cheias de boas opções decorativas. Reaproveitadas de forma inteligente (o que uma pátina pode fazer num móvel usado!), oferecem a vantagem de levar para o seu lar uma peça que foge dos padrões convencionais.

Ouse, coloque energia em sua casa, você vai viver melhor!

 

Fonte: Jornal Bem Estar

X