Planeta

24/09/2015 07h15

O que fazer com o nosso lixo?

Como você descarta o seu lixo? Esta é uma pergunta de extrema relevância para a preservação do planeta!

Por Nosso Bem Estar

ShotShare/IStock/NBE
Istock 000012366157 medium

Se encontrar lugar para todo o lixo produzido atualmente já é um problema, o que fazer quando a quantidade de resíduos aumentar consideravelmente?

Hoje em dia quase tudo é descartável e poucas são as coisas que têm serventia por um longo tempo. Todos os anos são lançadas novidades tecnológicas: celulares com mais recursos e televisões com melhor resolução, por exemplo. O resultado é uma sociedade cada dia mais consumista. Prova disso é a expectativa do aumento na produção de lixo divulgada pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma): de 1,3, a população mundial passará a produzir 2,2 bilhões de toneladas até 2025. Se encontrar lugar para todo o lixo produzido atualmente já é um problema, o que fazer quando a quantidade de resíduos aumentar consideravelmente?

O que fazer com o lixo?

Só no Brasil, a produção de resíduos aumentou 29% nos últimos dez anos. A informação é da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). Em contrapartida, a taxa de crescimento populacional aumentou apenas 6% no mesmo período. Isso significa que as pessoas aumentaram a quantidade de lixo produzido, quando deveriam estar apostando em práticas para solucionar o problema.

Cada vez que compramos um cosmético, por exemplo, ele vem em uma sacola, geralmente, plástica. O produto vem em uma caixa, que é envolvida por um plástico. Isso sem falar na embalagem do cosmético, que em pouco tempo também será jogada fora. A mesma coisa para produtos congelados comprados no supermercado, sapatos novos e aparelhos eletrônicos adquiridos: os bens de consumo comprados cotidianamente são responsáveis por boa parte das toneladas de lixo produzidas no Brasil e no mundo.

Para onde vai todo esse lixo?

Uma pergunta que todo mundo deve se fazer, mas nem todo mundo sabe responder, é: para onde vai tudo o que é descartado pela população? São produzidas 250 mil toneladas de lixo no Brasil diariamente, 19 mil só na cidade de São Paulo. Estes resíduos são depositados em aterros sanitários, aterros controlados, lixões, compostagem e reciclagem (apenas 2% dos resíduos tem este destino) ou em outros locais.   

Do total, 43% do lixo descartado pelos brasileiros é depositado em lixões e aterros controlados. O problema é que estes não são locais adequados, porque oferecem risco ao meio ambiente e à saúde da população. A poluição do solo e a proliferação de insetos transmissores de doenças, como os mosquitos e as baratas, são algumas das preocupantes consequências trazidas pelo descarte de resíduos diretamente no solo.

Outro problema é a contaminação dos lençóis freáticos com chorume - líquido produzido pela decomposição da matéria orgânica jogada fora. Ou seja, a falta de consciência com o correto descarte de resíduos é um dos fatores responsáveis pela escassez de água. 

Segundo a lei nº12.305/2010, todas as cidades brasileiras devem construir aterros sanitários. Este é considerado um local mais adequado para despejar o lixo, porque nele são utilizadas técnicas para confinar o lixo descartado e cobri-lo com terra. Assim, os impactos ambientais são reduzidos e são prevenidos os danos à saúde pública. No entanto, são poucos os municípios que já cumprem esta lei. 

Ações diárias que ajudam a diminuir o impacto no meio ambiente

Diminuir a produção de lixo é uma responsabilidade de todos. Pequenas atitudes cotidianas têm um grande impacto, quando somadas. Repare no número de sacolas plásticas trazidas semanalmente do supermercado, por exemplo. Que tal utilizar sacolas de pano nas suas próximas compras e ajudar a reduzir a quantidade de plásticos descartados? Outro ponto importante é preferir comprar produtos que possuam refil, assim você pode usar a mesma embalagem por anos. 

A reciclagem é mais um ponto importante que deve ser adotado para que o problema seja reduzido! Separar o lixo orgânico daquilo que pode ser reaproveitado é essencial para colaborar com a sustentabilidade do planeta. Muito do que é descartado pode ser utilizado novamente, mas para isso é necessário que haja um descarte consciente e seletivo de lixo. 

Você já contribui para a sustentabilidade do planeta? Deixe sua opinião sobre este importante assunto nos comentários. 

X