Saúde Integral

29/09/2014 12h09

Você é o seu melhor médico!

Conferência internacional fortalece novo paradigma em relação à saúde

Por Nosso Bem Estar

CAMILA WEINMANN/ NBE
Amit

Físico indiano Amit Goswami falou sobre psicologia quântica

Quando você pensa em saúde, que imagens vêm à sua mente? Hospitais, medicamentos e doenças? Ou natureza, alimentos coloridos e pessoas tranquilas? Muitas vezes procuramos os profissionais desta área em busca de uma receita para nos curar dos recorrentes problemas que acometem o nosso organismo físico. Mas um novo paradigma está sendo construído, a fim de devolver ao próprio ser a responsabilidade por manter em harmonia suas funções orgânicas. A questão é: podemos ser saudáveis simplesmente fazendo escolhas conscientes.

Durante dois dias inteiros este tema foi discutido por mais de 1,2 mil pessoas na 2ª Conferência Internacional de Saúde Quântica (CISQ), realizada nos dias 27 e 28 de setembro no Palácio dos Festivais, em Gramado, na Serra Gaúcha. Foram apresentadas visões multidisciplinares em 19 palestras, com nomes importantes do Brasil e do mundo. Entre as falas mais esperadas, o físico indiano PhD Amit Goswami, o pesquisador italiano David Verdesi, o cientista russo Boris Petrovic e os especialistas em PSYCH-K Duccio Locati e Robin Graham.

Em todas elas, um ponto comum: o equilíbrio das emoções e da mente como base para um corpo saudável e a necessidade de questionar os padrões que vem sendo repetidos ao longo dos últimos séculos quando o assunto é medicina. Esta foi a segunda edição do evento, promovido pela equipe da Pangeas, plataforma online de compartilhamento de conteúdos, com apoio da Rede Bem Estar.

Visão multidisciplinar

Mas como levar para a vida prática os conceitos semeados neste encontro? De forma sugestiva, a primeira temática apresentada foi a humanização do parto. O obstetra Ricardo Jones falou sobre como o campo emocional gerado na hora do nascimento fica impresso na memória do bebê, que futuramente apresentará características físicas e psíquicas correspondentes às energias percebidas na sua chegada a esta vida.

Diversas técnicas de abordagem da saúde através do campo quântico foram apresentadas na Conferência. Malu e Rogélio Peres falaram sobre a cura reconectiva, que atua sobre as questões fisiológicas a partir do campo de informação. A professora Débora Sachs estimulou a expansão da consciência como forma de entrar em contato com a essência humana, que é perfeita por natureza. As palavras de Yvone Cardoso complementaram esta visão com a compreensão do que são as doenças, como surgem e o que fazer para se libertar delas.

O terapeuta ortobiomolecular Kunio Inamoto apresentou noções das terapias frequenciais capazes de normalizar as funções dos órgãos. O médico Victor Sorrentino contou o que chama de “segredos para uma vida longa”, Rosângela Arnt abordou os tratamentos com essências vibracionais florais e a nutróloga Marcia Tornavoi levou ao público sua experiência com medicina homeopática.

Alimentação em foco

Para conquistar uma saúde plena, é fundamental revisar as condições dos alimentos que ingerimos, que vão muito além das informações nutricionais. Segundo a palestra de Márcia Unfer sobre alimentação viva (consumo de vegetais crus e orgânicos), é possível se ter uma dieta capaz de produzir as enzimas necessárias ao organismo, promovendo uma vida muito mais energética.

O médico fisiologista Carlos Braghini reforçou a importância de sairmos dos condicionamentos com relação à comida. Já o agrônomo e ecologista Sebastião Pinheiro foi firme no seu posicionamento: é preciso apostar em políticas públicas que preservem o solo onde são cultivados nossos alimentos da ação insalubre dos fertilizantes artificiais e defensivos agrícolas.

Pensar, sentir e agir

Conhecer e liberar as emoções negativas é outro eixo essencial para a saúde, que permeou várias explanações ao longo do evento. Muitas de nossas ações são influenciadas por padrões arraigados, ligados a traumas de experiências passadas e a sentimentos não integrados. Trazer para a consciência e trabalhar o autoconhecimento é o primeiro passo para transcender estes pontos de apego.

Em sua palestra sobre Comunicação Não Violenta, Tiago Bueno Camargo convidou o público a acessar um estado de presença. Através da escuta do outro e da observação das necessidades emocionais que estão por trás das palavras nos tornamos mais aptos a desenvolver uma consciência não julgadora. Sergio Bracagioli deu seguimento ao assunto falando sobre a conexão entre pensar, sentir e agir, compartilhando a visão integral da psicoterapia evolutiva.

Para encerrar o encontro, Bruno Gimenez tratou da importância de se ter propósitos claros para que possamos estar saudáveis e conectados em nossas ações. Com o tema “a missão de cada um”, lançou sementes nas mentes e corações férteis dos participantes.

Gostou dos temas? Então fique ligado no Nosso Bem Estar nas próximas semanas. Vamos publicar aqui uma série de reportagens especiais inspiradas nos assuntos apresentados na CISQ. ;)

Fonte: 2ª Conferência Internacional de Saúde Quântica – www.cisq.com.br

X