Crescimento pessoal

28/07/2014 11h14

Não adianta ficar assim!

Dicas valiosas para você lidar com a frustração

Por Thays Dornelles Gandolfi

ALVAREZ/ ISTOCKPHOTO/ NBE
Alvarez istockphoto nbe

Faça do seu trabalho um ambiente agradável para viver

Hoje vivemos um claro burn out* de pacientes diagnosticados com depressão, ou com sintomas depressivos sendo medicados para tratamento da tristeza. Ninguém gosta de se sentir triste. E teoricamente, todos procuram a felicidade. Mas, na prática, o que menos vemos são pessoas indo atrás de uma vida mais feliz através das maneiras mais que comprovadas de sucesso. A maioria está atrás de um tratamento medicamentoso que traga a felicidade plena para a sua vida.

A busca pela pílula da felicidade está cada vez mais ativa, normalmente associada a nenhum esforço para lidar com a causa da frustração, seja ela: a relação ruim com seu chefe; o estresse com seu filho; ou as brigas com o cônjuge...

Do outro lado da balança, quem quer a pílula mágica também faz pouco para alegrar o seu dia e a convivência com outras pessoas. O que, por consequência, colocaria um pouco mais de felicidade e bem-estar na vida dos que convivem junto.

Notícia ruim para quem quer tornar sua vida menos triste sem fazer mudanças nas raízes dos problemas e modificações de estilo de vida: a pílula da felicidade não existe. Talvez o comprimido que você use para lidar com a tristeza ajude por um tempo a melhorar a sensação de bem-estar. Mas de nada adianta tentar tapar o buraco no chão sem parar de cavar mais fundo... A não ser que você queira uma vida feliz por apenas um tempo.

As causas de nossas frustrações, tristezas e momentos de ansiedade precisam ser identificadas e abolidas, ou ao menos amenizadas, para a conquista da felicidade. Frustrações sempre fizeram parte da vida de todos, e é justamente a partir delas que as pessoas mais felizes se superam. Isso se chama resiliência, a virtude de conseguir superar as adversidades da vida sem que isso o torne miserável, e é um dos segredos mais poderosos das pessoas felizes.

Faça seus dias melhores

Agora a notícia boa para as pessoas que querem transformar sua vida triste em menos triste e, quiçá, feliz por completo: é possível tropeçar nos obstáculos da vida sem cair, basta querer. E por querer eu me refiro a fazer por merecer.

Se você odeia seu trabalho, largue, ache uma atividade que lhe dê prazer em realizar, se você não pode largar o trabalho que odeia, transforme-o pelo menos em um ambiente mais agradável. Não há nenhuma necessidade em cotovelar seu colega que não se dá bem com você a toda hora, ou desejar todo o mal ao seu chefe mesmo quando ele insiste em ser "um pé no seu saco".

Sorria para as pessoas ao redor, seja entusiasmado e carismático, traga diversão para o ambiente, socialize no trabalho. Talvez você passe mais tempo no escritório do que em qualquer outro lugar, se for um inferno estar lá, a maior parte do seu dia será um inferno.

Faça amigos, converse sobre seus dilemas, faça surpresas, traga algo que você cozinhou para compartilhar... Traga felicidade, e não só você se sentirá melhor, mas as pessoas ao redor também, e todo um clima de trabalho pode ser mudado por uma iniciativa simples.

Se o problema é a sua casa, arrume o que lhe incomoda, troque os móveis de lugar, reserve um tempo para uma decoração bacana e criativa, mude-se...

Se tiver problemas com a família ou amigos, converse com eles a respeito, diga o que lhe incomoda, peça a opinião deles sobre o assunto e não só exija mudança dos outros, mas mude você também. Os problemas não pararão de surgir, o que mudará é a forma como eles afetam o seu dia-a-dia, bem-estar e sua vida, transformado-a mais feliz ou menos.

Alivie o estresse com saúde

Saber usar válvulas de escape mais saudáveis para o estresse também faz a diferença. Todos nós precisamos nos livrar do estresse. Mas cigarros, se entupir de guloseimas, devorar uma pizza tamanho família ou passar o dia chorando trancado no quarto não resolverão o problema. Pelo contrário, irão trazer mais alguns pra lista de coisas que nos afligem na vida.

O que realmente funciona é realizar algum trabalho voluntário, fazer um grande agradecimento (uma surpresa boa) a alguma pessoa que lhe fez bem e você nunca agradeceu da forma devida, gastar dinheiro com outros, praticar a meditação, rezar, ter hobbies, desenvolver o lado artístico, correr, nadar, andar de bicicleta ou qualquer outro esporte.

Por favor, se você ainda é sedentário e está reclamando de como a vida está/é triste, mexa-se! Exercício físico ainda é o melhor remédio. Atividade física libera neurotransmissores que dão sensação de prazer e recompensa ao corpo. Mantém o corpo ativo, melhora a memória e o pensamento, diminui a ansiedade, faz você se sentir melhor com seu corpo mesmo sem ter mudado nenhuma medida objetivamente. Diminui o estresse, faz você se sentir confiante ao superar suas metas. É gratificante, lhe desliga do mundo de preocupações, lhe abre oportunidade para socializar com novas pessoas e é uma válvula de escape mais que saudável para o estresse da sua rotina. Além, é claro, da lista incontável de doenças prevenidas e tratadas pelo exercício físico. Esse é o melhor investimento que pode fazer a si mesmo.

Essa é sua chance única de viver uma vida feliz. Os especialistas estão aí para dar conselhos sobre como atingir a felicidade plena... E aí, você vai mudar e fazer o que realmente funciona ou insistir na pílula da felicidade?

Importante: Pacientes com doenças psiquiátricas devem sempre ser avaliados por um médico capacitado que tome a decisão pelo uso de fármacos ou não, mas as dicas acima ainda são válidas para uma associação a qualquer tratamento indicado.

*Síndrome de burn out é “um estado de esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional”, segundo Herbert J. Freudenberger.

X