Família

07/07/2014 11h37

Para as crianças escovarem os dentes felizes :)

Hábito é fundamental para evitar problemas futuros de saúde dental

Por Nosso Bem Estar

WOJCIECH GAJDA/ ISTOCKPHOTO/ NBE
Wojciech gajda istock 000007301421small

Pequenas atitudes ajudam a tornar esse momento mais divertido!

Uma criança que tem a saúde bucal negligenciada pode ter vários problemas orais até mesmo na vida adulta. A mais comum é a cárie, capaz de levar até à perda dental, mas também há um risco maior de periodontite – doença inflamatória da gengiva.

“É preciso estabelecer uma rotina de cuidados com a saúde bucal desde cedo para que a criança cresça com o hábito de escovar os dentes”, diz a cirurgiã-dentista, Márcia Vasconcelos, consultora científica da Associação Brasileira de Odontologia (ABO).

Desde o nascimento, o bebê precisa ter sua boca limpa, com gazes ou fralda umedecida com água. Ao longo de seu crescimento, à medida que os dentes vão nascendo, vai se acrescentando a escova dental, com creme dental próprio para criança. “Lembrando que se o creme dental tiver flúor, não deve ser ingerido”, afirma a especialista.

O cuidado com a boca do bebê deve começar na gestação. A mãe deve ter o acompanhamento de um dentista. Na gravidez, evite alimentos com muito açúcar. O ideal é ter uma alimentação saudável, com muitas frutas e verduras.

Ao nascer os primeiros dentes, é preciso iniciar a limpeza com uma escova macia. É recomendado escovar os dentes após cada refeição.

Da boca para o mundo...

A boca desempenha um papel muito importante para o bom funcionamento de nosso organismo como um todo. Ela é responsável pela nossa comunicação oral e pela mastigação dos alimentos, iniciando todo o processo de digestão, sem contar a estética bucal que o nosso sorriso desempenha.

Para que tudo isso ocorra bem, você deve cuidar sim da saúde bucal com todo o amor e carinho, mantendo a boca bem higienizada, com um belo sorriso, sempre saudável e não se esqueça: consulte frequentemente o dentista, pois toda a prevenção inicia-se na fase infantil.

Pode ser divertido!

Para facilitar esse momento e torná-lo divertido para a criança, confira algumas dicas:

- Prepare o ambiente: Mantenha um espelho na altura da criança ou um banquinho com antiderrapante para ela alcançar a pia. A criança se sentirá mais integrada e entenderá que essa é uma atividade de criança e não uma obrigação imposta pelo adulto.

- Dê o exemplo: Sempre que possível, escove os seus dentes na frente da criança. As crianças adoram imitar os adultos . Além disso ela entenderá que isso faz parte da rotina da família.

- Crie o hábito de escovação diariamente após as refeições. Ao terminá-la, já encaminhe a criança ao toalete.

- Utilize pastas dentais sem flúor, com sabores agradáveis e escovas coloridas, com desenhos para chamar a atenção da criança no momento da escovação.

- Quando a criança terminar a escovação, dê elogios pela sua ação dizendo que o cheiro da boca está agradável, que os "bichinhos" foram embora e que seu sorriso está muito lindo.

- Deixe, por algumas vezes, seu filho brincar com a escova velha (aquela que ele já usou anteriormente), pois é mais macia, suave, até ele se acostumar com a nova. Posteriormente, aos poucos, inicie a escovação com o objeto novo.

-  A fase do sujinho: Entre os 7 e 10 anos, a criança passa pela famosa “fase do sujinho”, ou seja, fogem do banho e da escovação. Essa fase só irá passar quando a criança entender a importância da socialização, ou seja, quando perceber que os amigos ou a garota da escola estão atentos a qualquer deslize na aparência. Enquanto isso, prepare a garganta para perguntar várias vezes: “já escovou os dentes”?

- Não exagere no terrorismo: Contar a história de que a cárie é um bicho que mora na boca das pessoas pode ajudar a criança a entender a importância da escovação, mas não exagere na dose do terror ou perderá a credibilidade.

- Não use a figura do dentista malvado para tentar convencer seu filho a escovar os dentes; estórias como “se não escovar os dentes, vai ter cárie e o dentista irá lhe dar uma injeção” são terminantemente proibidas, afinal, o dentista tem de ser visto como amigo.

- Use a tecnologia a seu favor: Existem aplicativos, como o App Dentist Office (neste App, a criança vira o dentista, ou seja, escova o dente do paciente, usa o sugador e até o motorzinho).

Fontes: Terra Saúde – www.saude.terra.com.br, Blog Mamãe Prática – www.mamaepratica.com.br, Virada 180 - www.virada180.com.br

X