Planeta

02/04/2014 18h26

Instituto Tesla desenvolve pesquisas de energia

Saiba mais sobre os estudos de um dos maiores inventores modernos

Por Nosso Bem Estar

SAIVA/ ISTOCKOPHOTO/ NBE
Istock 000010954699small

Pesquisas revolucionárias seguem em expansão no Brasil

Você já ouviu falar em energia livre ou no nome de Nikola Tesla? Considerado um dos maiores inventores da idade moderna, em 1894, na tentativa de se aproximar da transmissão da energia elétrica sem fio, conseguiu dar início a transmissão de comunicação pelo ar, revelando uma de suas grandes invenções: a Rádio Frequência. Além disso ele patenteou outras centenas de invenções como o motor assíncrono e a corrente alternada.

Mas por que não temos acesso à tecnologia oriunda de suas descobertas? Por que tomamos conhecimentos de milhares de projetos criados para gerar energia gratuita e nenhum deles é adotado por nossa sociedade? Dar avanço a uma nova cultura de consumo consciente, baseada em soluções cooperativas, é um papel da atual geração de “gestores” do planeta. Por isso queremos compartilhar aqui informações sobre a pesquisa desse inventor sérvio-americano, engenheiro elétrico, engenheiro mecânico, físico e futurista, que viveu de 1856 a 1943.

Estudos avançados no Brasil

É no Brasil que, hoje, suas investigações ganham mais espaço para expansão. O Instituto Tesla Nikola, fundado em 2012, em Brasília, é uma organização científica com o objetivo de divulgar novas tecnologias de energia e transporte inovador. O laboratório está localizado perto do Lago Paranoá, na capital do Brasil.

Boris Petrovic, fundador do Instituto Tesla em Brasília, deu uma entrevista exclusiva ao site Ciências Paralelas, em que explica também porque nosso país foi o local escolhido para a instalação, e de que forma os experimentos de Nikola Tesla podem ser aqui avançados. Ele também nos faz questionar sobre diversos mistérios que envolvem esta pesquisa.

Será possível que essa ciência de transmissão de energia que Tesla fundou possa explicar várias ocorrências paracientíficas, tais como a clarividência, a cura energética à distância, premonições e outras mais? Confira a entrevista!

Cientista polêmico

Nikola Tesla começou a trabalhar na telefonia e campos elétricos antes de imigrar para os Estados Unidos em 1884, para trabalhar para Thomas Edison. Ele desenvolveu uma gama de dispositivos elétricos com o apoio de financiadores. Seu motor de indução AC foi licenciado por George Westinghouse, que também contratou Tesla como consultor para ajudar a desenvolver um sistema de corrente alternada.

Tesla também é conhecido por suas experiências com energia de alta freqüência, além de trabalho teórico utilizado na invenção de comunicação de rádio e raios- X. Ele ficou  mundialmente famoso demonstrando suas invenções aparentemente milagrosas. Apesar de ter ganhado muito dinheiro com suas petentes, gastou tudo em inúmeras pesquisas que fez ao longo da vida.

Por causa de seus pronunciamentos e da natureza de seu trabalho ao longo dos anos, ganhou uma reputação na cultura popular como o arquétipo "cientista maluco". Morreu pobre e endividado em 7 de janeiro de 1943. Em 1960, em sua homenagem, a Conferência Geral de Pesos e Medidas para o Sistema Internacional de Unidades dedicou o termo "Tesla" para a medida de força do campo magnético.

Colabore com as pesquisas

Atualmente, o Instituto Tesla procura pessoas com interesse especial e conhecimento relevante para a tecnologia de turbina Tesla Disc. Profissionais com experiência em dinâmica de fluidos, ciência da camada limite, os fluxos laminares e ciência vórtice. Também a pesquisa está em curso nas seguintes áreas :

- Ponto Zero Fontes de Energia
- Geradores de Alta Eficiência
- Fontes de poder descentralizado
- Reações Low Energy Nuclear Processos
- Sistemas de propulsão de campo Propellant

Fontes: Instituto Tesla – www.institutotesla.org, Ciências Paralelas - www.cienciasparalelas.com.br

X