Beleza

31/07/2018 09h30

Melhor com lentes

As lentes de contato são uma ótima alternativa aos óculos. Entretanto, é preciso uma série de cuidados ao usá- las.

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
16347525 990x500

As lentes de contato estão sendo cada vez mais utilizadas pela sua praticidade estética e funcional.

As lentes de contato estão sendo cada vez mais utilizadas pela sua praticidade estética e funcional. Os usuários veem a diferença na hora: nada de peso em cima do nariz, feridas ou preocupações de quebrar o óculos, que, aliás, muitos acham feio esteticamente.

No entanto, muitas pessoas pecam em seus cuidados com as lentes, fazendo com que a vida útil do produto seja menor e consequentemente seu uso se torne um pouco mais desconfortável ao longo do tempo.

Por isso, temos algumas dicas sobre cuidados com sua lente e como fazer com que ela se torne mais durável. Vamos conhece-las?

Escolha o seu tipo de lente ideal

Para aqueles que não sabem, o mercado está cada vez mais competitivo e oferece muitas opções. As mais conhecidas são:

  • Lentes diárias: essas lentes são descartáveis e muito utilizadas por aqueles que não se  garantem no devido cuidado e manejo. Dispensa soluções de limpeza e estojo de armazenagem. Basta utiliza-las e, quando não as quiser mais, no mesmo dia, joga-las fora.
  • Lentes de tempo: No mercado temos lentes quinzenais, mensais, semestrais e anuais. Esse tipo de coisa existe graças ao material específico e durabilidade de cada uma. Esteja atento para esse tipo de lente, uma vez que exige estojo, solução de limpeza e cuidados de conservação.

Não fique sem solução de limpeza

As soluções são muito importantes para evitar a proliferação de microorganismos indesejados no contato direto com o olho.

Nada de soro, água ou detergente, as lentes possuem uma substância ideal para cada marca que garante a saúde dos olhos e a vida útil do produto. Imagine não utilizar o certo e acabar com um produto caro totalmente inútil. Não dá, né?

Cuide bem do seu estojo

Preferencialmente, evite guarda-los em ambientes passíveis de proliferação de microorganismos. Isso quer dizer que você não pode deixar em qualquer lugar, principalmente no banheiro.

Os estojos precisam ser higienizados e trocados a cada seis meses, para aumentar a vida útil de suas lentes e aumentar seu grau de conservação. Nunca se esqueça disso.

Coloque as lentes do jeito certo

Na internet você encontra bem fácil alguns tutoriais disponíveis para o assunto, mas, tenha em mente que as lentes precisam ser colocadas da forma certa.

Lave bem as mãos, observe o posicionamento da lente – nada de colocar ao contrário, pois a lente deve formar um semi-círculo perfeito – e, por fim, use a mão com melhor coordenação para chegar lá, olhando para cima.

Cuidado na hora de retirar as lentes

Lave bem as mãos, puxe a pálpebra inferior par baixo e olhe para cima. Com a ajuda de um dos dedos – na maioria dos casos o dedo médio ou indicador – toque a borda da lente e a deslize para baixo, solte a pálpebra e aperte com indicador e polegar para remover a lente.

Lembre sempre de higienizar após o uso e guarda-la cuidadosamente no estojo, pondo seus óculos de descanso ou de casa em seguida. Você também pode apenas dispensa-las para dormir.

Não use lentes por mais tempo do que o indicado

Se isso acontecer, é possível que a lente comece a degenerar assim que tocar seu olho. Isso é muito perigoso e pode deixar sequelas muito desconfortáveis e até mesmo levar a cegueira.

Quando a lente fora do prazo é utilizada, ela veda a passagem de oxigênio e causa problemas, muitas vezes irreparáveis ao olho. A partir do momento que a lente incomodar, ela deve ser jogada fora, pois manter seu uso assim enfraquece a córnea, aumenta o acúmulo de resíduos e pode levar também a edema, infecção ou úlcera.

Não compre lentes sem antes ir ao oftalmologista

Muitas vezes pessoas que usam óculos e já conhecem seu grau querem optar pela lente de contato e os compram sem pensar duas vezes. Isso é errado e muito perigoso.

Você precisa fazer o teste com a lente e saber qual a que melhor se adapta a você. Até mesmo depois de optar pelo uso da lente, você precisa ter acompanhamentos periódicos.

Não compartilhe suas lentes ou receba de outros

As lentes de contato são para uso próprio e, através delas, é possível desenvolver alergias e infecções, principalmente se o usuário anterior estiver doente ou for portador de algo contagioso. Use apenas aquelas desenvolvidas para você e ninguém mais.

X