Bem-estar

05/07/2018 09h30

Personal organizer

Como anda a arrumação em sua casa? Está com o guarda-roupa todo desorganizado e não consegue encontrar aquela peça que tanto procura? Então, talvez seja o momento de buscar o auxílio de um personal organizer.

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
Sec jul iss 4206 00739

Hoje em dia, nós podemos contar com um personal organizer, ou um organizador pessoal. Sua função é colocar tudo em ordem da melhor maneira possível, facilitando a localização dos objetos de forma rápida e prática.

A rotina corrida, o acúmulo de itens e os espaços pequenos são alguns dos fatores que fazem com que um ambiente fique fora de ordem, fazendo com que a organização fique cada vez mais complicada.

Para resolver esse problema, hoje em dia, nós podemos contar com um personal organizer, ou um organizador pessoal. Sua função é colocar tudo em ordem da melhor maneira possível, facilitando a localização dos objetos de forma rápida e prática.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e veja como esse serviço pode lhe ajudar no dia a dia!

Como surgiu a atividade?

Essa função surgiu nos Estados Unidos na década de 80. Um dos principais nomes desse mercado é o americano Barry Izsak. Sua atuação começou em 1996, auxiliando clientes corporativos e residenciais na organização de objetos variados. Barry foi um dos primeiros organizadores profissionais do mundo a receber um certificado da área.

No Brasil, o serviço começou a ganhar destaque na última década e, de alguns anos para cá, o número de profissionais que atuam nessa função aumentou. Hoje em dia, há especialistas em organização em diversas regiões do país.

Além da arrumação de closets e guarda-roupa, os profissionais atuam em outros ambientes, como

  • Cozinha, área de serviço e banheiro;          
  • Escritório;      
  • Despensa;     
  • Quartos infantis;        
  • Mudanças.    

 

Quais os benefícios de contratar um personal organizer?

Muitas pessoas têm dificuldade em organizar guarda-roupas, armários de cozinha, despensa, documentos, materiais de escritório, etc. Além da falta de tempo para se dedicar a esta tarefa, muitas vezes, falta um “certo” conhecimento da melhor forma de dispor itens e ferramentas. Em alguns casos, dobrar a camiseta de maneira diferente ou utilizar organizadores para itens específicos já contribui para aumentar o espaço das gavetas.

Você, provavelmente, já deve ter vivenciado a seguinte situação: passou horas arrumando seu guarda-roupa durante o fim de semana e, depois de alguns dias, ele estava todo bagunçado. A justificativa para o problema pode ser o excesso de roupa e o ambiente reduzido, mas, em grande parte dos casos, o espaço não é aproveitado corretamente.

Se a área é compartilhada, a situação é ainda mais complicada, pois sempre tem alguém na família que é mais desorganizado, não é mesmo?

Ao contar com uma personal organizer, você terá uma otimização do espaço, seja ele grande ou pequeno. Além de adquirir um método novo de organização para achar os itens mais facilmente e mantê-los organizados. Esse processo facilita sua rotina e você não perderá minutos preciosos procurando aquilo que precisa.

Em casos de ambientes compartilhados, como armários de cozinha e banheiro, ou mesmo guarda-roupa, a atuação do personal organizer também ajuda a diminuir a discussão e o estresse para que todos mantenham a organização.

 

Como manter a organização?

Algumas pessoas se assumem como desorganizadas e acreditam que não conseguem mudar esse comportamento, entretanto, com esforço e dedicação é possível melhorar esse hábito.

A atuação do personal organizer engloba o descarte de coisas quebradas ou que não são mais utilizadas, planejamento, identificação e categorização dos itens. Esse processo é positivo para reduzir a quantidade de elementos e otimizar o espaço. No entanto, o cliente deverá realizar a manutenção daquilo que foi arrumado.

Em alguns casos, o profissional pode aplicar um treinamento com funcionários domésticos para que eles sigam a organização definida. Além disso, o personal deve atualizar os membros da família sobre a nova setorização dos objetos.

Uma dica bastante útil para manter o trabalho feito é sempre colocar os itens nos lugares estabelecidos, evitando assim, o acúmulo de papéis e elementos desnecessário pela casa.

Uma rotina corrida não precisa ser sinônimo de desorganização, e, como vimos, com o auxílio de uma personal organizer, você consegue colocar a arrumação de sua casa em dia e ter mais conforto, praticidade, produtividade e qualidade de vida em um ambiente livre de bagunça.

 

Você já conhecia essa profissão? Já contratou o serviço na sua casa ou escritório? Conte para gente e até a próxima!

 

 

 

 

X