Saúde Integral

11/05/2017 06h30

Gorduras boas e gorduras ruins

Você sabe mesmo como funciona isto?

Por Nosso Bem Estar

Pixabay
M31

Seu organismo precisa de gorduras boas

É muito comum pessoas cortarem os alimentos gordurosos quando iniciam uma dieta. Afinal, além de não fazer bem para o funcionamento do organismo, a gordura é uma das maiores inimigas da barriga sequinha. Mas é importante saber que nem toda gordura é prejudicial à saúde ou à dieta. Algumas delas são necessárias para que o corpo desempenhe bem as suas funções. Portanto, antes de pensar em mudar os hábitos alimentares, é fundamental entender melhor quais são os malefícios e benefícios que cada alimento provoca no organismo. 

No artigo de hoje, trazemos alguns exemplos de alimentos que apresentam gordura. O objetivo é explicar a diferença entre a gordura boa, necessária para o corpo, e a gordura ruim, que deve ser evitada. Acompanhe.

Os tipos de gordura que podem ser encontradas nos alimentos

Gorduras saturadas

Estas são as gorduras de origem animal. Para garantir uma vida mais saudável, é altamente indicado evitar o excesso destas gorduras, que fazem mal à saúde. São elas as maiores responsáveis pelo aumento do colesterol ruim, o LDL. É importante saber que o consumo exagerado de alimentos ricos em gorduras saturadas pode levar a problemas cardíacos. 

Mas que alimentos são esses? Os que apresentam gorduras de origem animal: o leite integral, por exemplo, deve ser evitado. A cada 6g de gordura presentes na bebida, 4g são ruins. Podemos citar ainda a manteiga e as carnes gordurosas como exemplos de alimentos ricos em gorduras saturadas.  

Gorduras trans

Se o consumo de gorduras saturadas deve ser evitado, os alimentos ricos em gordura trans devem ser eliminados do cardápio. Estas são as que passam por processos industriais - o resultado são alimentos altamente nocivos não apenas à dieta, mas também à saúde do organismo.  

O grande problema das gorduras trans é que, além de aumentar o colesterol ruim, elas reduzem o bom (o HDL, colesterol importante para diversas funções do organismo). Estas são gorduras presentes em alimentos como bolachas doces e salgadas, sorvetes e alguns chocolates. 

Gorduras insaturadas

Já as gorduras insaturadas são as de origem vegetal e necessárias em uma dieta saudável. Alimentos ricos nestas gorduras elevam o HDL - que é o colesterol bom. Ele é responsável por diferentes funções do organismo: fornecer energia para o corpo, ajudar a controlar a temperatura, contribuir para a absorção de vitaminas e atuar na produção de hormônios são algumas delas.  

Além disso, estas são gorduras que não ficam acumuladas na barriga - portanto, não prejudicam a dieta - e ajudam a proteger o coração. 

Para incluir na dieta alimentos ricos em gordura boa

Para garantir uma vida saudável, é preciso incluir alimentos gordurosos na alimentação. Mas é essencial verificar a origem destas gorduras. Para aumentar a qualidade da sua alimentação, inclua o abacate, as castanhas e as nozes no cardápio. Peixes oleosos, como o salmão, também são bem-vindos. O azeite e os óleos vegetais possuem gorduras insaturadas, portanto, fazem bem ao organismo. Mas fique atento: isso só é válido quando eles são consumidos ao natural. Quando aquecidos, as suas gorduras saturam e se tornam prejudiciais à saúde.  

Também é importante aprender a fazer substituições saudáveis! Se você costuma consumir muitos copos de leite diariamente, que tal trocar a bebida integral por uma versão desnatada ou por um leite de origem vegetal? Já aquela carne com gordura do almoço pode ser substituída por salmão ou frango grelhado. E o biscoito recheado do lanche da tarde pode ser trocado por uma bela salada de frutas. Mas não esqueça: o seu organismo precisa das gorduras boas! Inclua fontes de gorduras insaturadas no seu dia a dia, como as amêndoas, as avelãs e os outros alimentos que citamos acima!

Quais outras dúvidas você tem em relação à alimentação saudável? Compartilhe nos comentários! 

 

X