Saúde Integral

20/04/2017 06h30

Bolsa quente ou gelo? Acabe com essa dúvida

Saiba quando usar frio e quando usar calor em caso de lesões ou contusões

Por Nosso Bem Estar

Adobe Stock
M32

Acabe com a dúvida na hora escolher: frio ou calor?

O uso do gelo e da bolsa de água quente muitas vezes gera certa confusão. Isso acontece, porque muitas pessoas não sabem qual procedimento deve ser utilizado em determinada situação. O ato de colocar gelo ou bolsa de água quente parece inofensivo, mas, se não for feito de maneira correta, pode agravar o caso. Se você também não sabe quando usar frio e quando usar calor, leia o texto abaixo e descubra.

Quando usar frio

A utilização de gelo para fins terapêuticos se chama Crioterapia. Você já deve ter visto atletas, como jogadores de futebol, entrarem em banheiras cheias de gelo após as partidas. O objetivo é combater dor, inflamações e até mesmo tratar lesões como: entorses, hematomas, pancadas, traumas, ferimentos, etc.

Pacotes de gelo podem ser utilizados em casos de inflamação. Os sinais são bem característicos: dor, vermelhidão, inchaço, aumento de temperatura no local afetado e a diminuição da função (quando há movimentação, por exemplo).

Usar gelo na inflamação pode reduzir o inchaço e até mesmo a dor, especialmente, porque limita a lesão ao local de origem. Se o problema for uma entorse de tornozelo, uma lesão aguda, o gelo deve ser utilizado o quanto antes possível. Quanto mais cedo, melhor.

Porém, para que a pele não sofra queimaduras, os cubos de gelo devem ser protegidos por pacote plástico ou pano de algodão. O tempo de duração é de no máximo vinte minutos.

Atenção! Se for necessário repetir o procedimento, deve-se esperar pelo menos duas horas para aplicar novamente o gelo sobre o local. Não é recomendável fazer o procedimento mais de duas vezes ao dia.

Mesmo com essas precauções, algumas áreas do corpo não devem receber gelo em caso de inflamação. São elas: cotovelo e lateral do joelho. Estas regiões abrigam nervos superficiais, por isso, a utilização do gelo é proibida.

Mãos e pés podem receber gelo para conter inflamação, mas a atenção nessas extremidades deve ser redobrada e o tempo de aplicação precisa ser menor.

Quando usar calor

A termoterapia é ideal para inibir lesões esporádicas, como aquelas sofridas por pessoas que não costumam praticar muitos exercícios físicos. O calor terapêutico promovido pela bolsa de água quente aumenta a elasticidade, alivia a dor, reduz a tensão nos músculos e o espasmo muscular. Além disso, o calor aumenta o potencial de condução das veias.

Ou seja, se o gelo inibe inflamações, a bolsa quente é recomendável quando há necessidade de relaxar os músculos. Por exemplo: tensões musculares, esporádicas. Em casos de tensões crônicas, quando o músculo sempre está tensionado, o alívio é apenas temporário. Nesse caso, recomenda-se consultar um especialista para resolver definitivamente o problema.

A bolsa de água quente não deve ser utilizada logo após a lesão muscular, nem quando houver sinal de inflamação.  A utilização, nesses dois casos, irá piorar o quadro.

Assim como o gelo, que pode provocar queimaduras por conta do congelamento, a água quente também deve estar em temperatura confortável. Isto é, alta, mas sem estar pelando.

Utilização esporádica

Tanto a utilização de gelo quanto de calor deve ser feita de forma esporádica (se não houver recomendação médica). Se você precisar constantemente fazer uso desses produtos, por conta de lesões, recomenda-se procurar um especialista para que o problema seja sanado de uma vez, evitando complicações.

X