Família

28/11/2016 09h00

Acho que estou grávida...

Descubra como diagnosticar e tratar gravidez psicológica em cães e resolva esse problema que pode acontecer com seu animal doméstico

Por Nosso Bem Estar

Arquivo Nosso Bem Estar
Dogo

A gravidez psicológica canina, também conhecida com pseudociese, é uma ocorrência bastante comum. Apesar disso, precisa ser diagnosticada e tratada para não gerar danos à saúde da cadela

Você já deve ter ouvido falar em gravidez psicológica. Sabia que a situação também pode acontecer em cadelas? Conheça detalhes sobre gravidez psicológica em cães e saiba também como diagnosticar e tratar o problema.

Ocorrência extremamente comum

A gravidez psicológica canina, também conhecida com pseudociese, é uma ocorrência bastante comum. Apesar disso, precisa ser diagnosticada e tratada para não gerar danos à saúde da cadela.

A gravidez psicológica em cães é tão comum que pode acometer metade das cadelas não castradas, até mesmo as que nunca acasalaram. Após a castração, a situação pode ocorrer em até três meses depois do começo do cio.

E mais: se a fêmea sofrer esse problema uma vez, tem muitas chances de tê-lo novamente mais tarde.

Quais são as causas?

A gravidez psicológica canina acontece por conta de alterações hormonais. É como se ocorresse um erro em seu organismo, gerando mudanças que podem afetar tanto a parte física quanto a emocional.

As causas são variadas, sendo que, inclusive, pode ser a presença de uma gestante no seu meio de convivência (cadela ou humana). Veterinários acreditam, sem confirmação científica até o momento, que a situação pode até ser hereditária. Ou seja, se a “mãe” da fêmea teve gravidez psicológica, ela também terá muitas chances de ter.

Porém, em todos os casos, há alterações hormonais provocadas pela progesterona, hormônio que desenvolve todas as mudanças na cadela. Os níveis de estrogênio caem, aumentando as chances de câncer.

Com isso, a cadela pode ter mudanças de comportamento, tornando-se mais materna, inclusive com desenvolvimento de tecido mamário.

Quais são os sintomas de gravidez psicológica?

Quando ocorre gravidez psicológica em cães, os sintomas podem ser leves ou graves. Em alguns casos, os tutores sequer percebem essas alterações. Porém, em casos severos, especialmente quando houve reincidência, percebem-se os sinais mencionados acima e abaixo:

- Presença de leite nas mamas, que se encontram intumescidas. Se não for tratado o problema, há risco de tumores mamários;

- Adoção de objetos ou outros animais, como se fossem seus filhotes;

- Preparação do “ninho” pela casa.

Além disso, as cadelas acometidas por gravidez psicológica costumam ficar bastante agressivas, rosnando e até avançando em pessoas que se aproximarem do “ninho” preparado ou de seus “filhotes”. Podem-se perceber também os seguintes sintomas: falta de apetite, depressão e carência de contato físico. Quando não forem tratados, também podem gerar endometriose e inflamações graves no útero, sendo que essas podem ser dolorosas e geradoras de mais complicações.

Como tratar gravidez psicológica?

Na maioria dos casos, as cadelas retomam o comportamento normal em duas semanas. Contudo, algumas situações exigem administração de medicamentos e até castração do animal, dependendo da gravidade.

O tratamento dependerá dos sintomas apresentados, sendo variável de acordo com a situação.  Porém, quando você perceber os sinais que mencionamos, é importante marcar uma consulta com um veterinário. O profissional indicará o tratamento adequado e irá prevenir as complicações que possam surgir pelo não tratamento.

X